22/12/10

Está quase...

... a acabar 2010. ALELUIA !

21/12/10

Foi hoje em Leuven que uma besta foi condenada a cinco anos de prisão. Tinha uma creche e devido a maus tratos a bebés conseguiu que um acabasse por falecer e um outro ficasse 80% inválido (não anda, não vê, etc.).
Os pais, depois de um dia de trabalho, quando foram buscar os bebés à creche depararam-se com estas situações.
Ela não mostra arrependimento e ainda goza com a situação e diz que lhe "saltou a tampa".
Pois se um dia "salta a tampa" a uma besta destas com o meu bebé, ponho-a a comer com uma palhinha.

E agora sim, então é Natal? (eu sei que este post nada tem de natalício...)

Os jipóides são os camelos desta merda toda.

São. Quem conduz um jipe deve achar-se um camelo no deserto... ou não. Mas o que é certo é que têm a mania que são espertos...
Tem nevado imenso. Esta manhã os vidros sustentavam uns bons 10 centímetros de neve. Tendo em conta que estacionei o carro à uma da manhã, em seis ou sete horas nevou para caraças.
Como qualquer pessoa prudente, eu evito proximidades com os outros carros e modero a velocidade... é que o meu carro parece ter ganho vontade própria, e como o meu, muitos outros que tenho visto espetados contra qualquer coisa... é assim. A neve é muito bonita mas é quando se pode estar em casa... eu confesso que quando saio por lazer adoro as paisagens, mas o facto de ter que vir para Antuérpia todos os dias, enfrentando filas e filas, e perdendo o controlo do carro constantemente, me deixam com nervos em franja... Mas continuando...
Ia eu nas calminhas (80 kmh) na auto-estrada, que por sinal estava muito mal limpa, quando um jipe se começou a colar à minha traseira... é assim até me dava jeito que me batessem, mas era mais do lado direito porque a traseira foi arranjada em Setembro... Como dizia, colou-se à minha traseira... eu não podia fazer muito mais porque estava tudo a ir devagar e como tal, e como o peugeot não tem asas, não podia passar por cima de todos os outros carros que iam à minha frente, com muita prudência...
O senhor do jipe, colado a mim durante uns bons quilómetros, e a fazer aflição e falta de ar, porque se eu travava estava tudo quinado, começou depois a dar-me sinal de luzes. Abri a janela, pus o bracito de fora, e mostrei-lhe a faixa da esquerda, que, surprise, também estava a ser percorrida com muita prudência pelos automobilistas. Mas não... não me ultrapassou... e continuou a fazer os sinais de luzes (é Natal pois...). A certa altura soltei "vai po caralho!" que só eu ouvi e percebi. Mais à frente, ele lá foi à vidinha, sem poder acelerar muito mesmo na faixa da esquerda. Epa... esta gente enerva-me. Quer espertar-se que vá para uma nacional. Lá não faltam sítios porreiros para ficar sem dentes. Agora, armar-se em McGuyver do trânsito é que não... Ainda por cima com um Hyundai... porra... um Hyundai... os jipes mais fatelas deste universo.

By the way, para as meninas que publicam a foto de um casalinho muito giro, em que ela de saltos altos carrega um bebé, e ele, de mão dada a um pequeno, sorri enamorado, experimentem vir de salto alto para a neve, sem cair de cu, e partir uma perna... ai que isso é que é romântico!

16/12/10

Ora olé !

Bem, para começar, porra que gravidez não é doença mas é quando não nos dá uma dor na anca que nos imobiliza uma perna. Andar é um sacrifício, mas o pior mesmo são movimentos como sentar, levantar, virar. Não consigo, choro de dor e preciso do Mário para me ajudar. E vocês até podem achar: "Ah e tal, és mesmo gaija". Sou sim, mas sou muito rija. Raramente adoeço, e suporto muito bem a dor... Por isso é que quem me conhece sabe que não estou a exagerar. Diagnóstico: o crescimento do útero está a pressionar o nervo ciático. Não há muito a fazer porque estou grávida, porque em condições normais, a dor é combatida com injecções. Neste meu caso, fisioterapia e uns analgésicos para grávidas que não ajuda em nada.
Resumindo, estou quinada. Mas não faz mal, porque basta sentir um movimento na minha barriga para a dor valer a pena...
é na quarta-feira que possivelmente saberemos o sexo do bebé. Por cá já se fazem apostas.
Por mim, venha o que vier, quero é ouvir o coraçãozinho e ter a certeza que está bem.

E finalmente 2010 está a chegar ao fim. Perdão aos mais sensíveis, mas... foda-se lá pa este ano.
Dia 26 voaremos (se esta minha invalidez não se mantiver) para terra santa e assim que chegar vou agarrar-me às bolas de berlim e coisas que tal, não por mim, mas pelo bebé que tem que provar de tudo!

10/12/10

é o que dá...

Ontem fiz uma compra perigosa. Comprei uma balança... No espaço de vinte minutos pesei-me três vezes e por incrível que pareça o peso nunca era o mesmo...
Fazendo a média, achei que tinha chegado a derradeira altura de experimentar a maior parte da roupa e  por de lado o que (pelo menos por enquanto) não serve.
Assim sendo, estou sem roupa. A barriga deu (finalmente!) um salto. Pior é que não gosto de nada do que vejo para grávida e roupa normal já visto o médio (e 38). Em breve abraçarei o 40 . Pela primeira vez na minha vida peso mais de 58 kgs.
Ainda assim adoro estar grávida. E quando passo a mão na barriga e canto uma música qualquer que esteja a passar na rádio, dá-me logo vontade de chorar... estás bonita estás...

06/12/10

Não sou boa nas pechinchas...

Dá-me raiva ir a uma Primark e não chegar carregada de sacos a casa. Dá-me muita raiva nos saldos não encontrar nada de jeito. Parece que não tenho olho para a coisa... mas isto é de gaja?
Semana passada fomos a uma loja que está em liquidação total. Todas as pessoas que conheço que lá foram encontraram montes de coisas... escusado será dizer que eu não encontrei muita coisa... e enquanto ia procurando ia dizendo: "Não entendo como é que elas conseguem"... é que dá-me uma raiva... queria tanto saber comprar pechinchas... é que depois não compro é nada... não há pechinchas, também não há mai' nada...

01/12/10

Um ano...

Domingo a nossa princesa faz um ano...
Um ano de Emina, de carinho, de amor, de baba.
A minha afilhada é o bebé mais esperto que conheço... começou a andar com dez meses, e a primeira palavra foi antes disso.
Diz "sou eu" quando perguntamos quem é a menina mais linda do mundo, "hallo" quando pega num telemóvel, aponta e diz "ali" quando perguntamos onde está foto da Emina. Faz coelhinho, bate palminhas e até já chamou "gorda" ao pai, quando ele em holandês lhe dizia que ela era "dik".
é um doce de menina que quer atenção e sabe dar mimo. é linda, e não, não é por ser minha afilhada, toda a gente o diz...
Um ano de Emina... um ano de docinho de menina, de risota, de brincadeira...
E eu amo, adoro aquela miúda...
E domingo já faz um ano... caramba... como o tempo voa...

30/11/10

Já, já...

Já neva... ontem comemos um magnum enquanto nevava e caminhavamos na rua. Uma experiência a repetir. Soube-nos pela vida... A noite estava bonita e as paisagens dignas de postais de Natal... é óbvio que hoje pela manhã foi pior porque como é óbvio a E19 estava um bocadito entupida... e depois lá tive que vir até ao office muito devagarinho para não escorregar...
Para quinta temperaturas muito negativas... e isto é lindo, quando estou em casa e da minha sala olho para o jardim, para o alpendre e para as árvores e vejo tudo branco... é muito giro quando me enrosco no cobertor e nele, com a Mia nos pés, e vejo televisão. Agora quando tenho que sair de manhã cedo e fazer trinta quilómetros de carro só me apetece dizer: "fod*-se!"

26/11/10

Em compensação...

Hoje comprei mais um baton vermelho... (pois que sou daquelas que se atreve a sair à rua de baton vermelho...)

Lanvin?

Ontem fui à H&M... Não, descansem... não fui em busca dos famosos vestidos, acessórios, whatever... Fui em busca de um soutien porque a gravidez tem destas coisas e a Pamela Anderson ao pé de mim é uma menina...
Mas vi... vi gente com os saquinhos... vi gente a pagar quase duzentos euro na H&M (what?). Vi os vestidinhos ao longe... sim, ao longe, porque nem me cheguei... primeiro porque não, não queria e não ligo a esse senhor (aliás se o conheço de nome deve-se à publicidade gratuita na blogosfera), depois por razões óbvias, um vestido daqueles não me iria ficar bem...
Mas vi... muita gente de saquinho em punho... e acho bem... acho muito bem... e até acho que deviam aproveitar e aprender a vestir-se, porque o povo belga peca muito nesse aspecto.

25/11/10

Já neva...

Mostrou-se hoje, tímida, a primeira neve deste Inverno... ia dizer deste ano, mas não, visto que nevou até Março.
Ainda não fixa, ainda desfaz, mas já faz prever paisagens branquinhas em breve...
E quando a vi cair, a caminho do escritório, sorri... apesar de saber que daqui a uns dias vou amaldiçoar a neve, é impossível resistir ao charme da mesma...
Venha o natal...

PS - e vou ter mais uma sobrinha :) é uma menina!

23/11/10

Eu gostava muito...

de saber comprar online. Mas não sei... às vezes estou mesmo tentada, só que depois penso, mas e se não é bem assim? Com maquilhagem e tudo... Não, ainda não consegui fazer grandes compras online apesar de querer... falta-me o atrevimento, a confiança.
Experiências??

Babies.



Um dia destes vi este documentário que é simplesmente delicioso. Regista os primeiros tempos de vida de 4 diferentes bebés: da Namíbia, Mongólia, Japão e EUA.
Apesar de nos apontar as principais diferenças entre os bebés de idades iguais mas culturas diferentes, é um documentário muito leve e divertido.
Desde o bebé que come terra e brinca com garrafas de plástico, ao que faz ginástica, as diferenças são enormes, mas o objectivo é atingido... crescem aprendendo o que é mais importante para cada cultura.
Uma das partes mais hilariantes e que melhor espelha a nossa sociedade e pensamento é quando surgem imagens intercaladas do bebé da Malásia e da menina japonesa. Esta última, rodeada de brinquedos não consegue encontrar nada com que se distrair, fazendo birras, berrando e esperneando. Em contrapartida, o primeiro, que não tem nada com que brincar apodera-se de um rolo de papel e as gargalhadas preenchem o ecrã, mostrando a satisfação do bebé a brincar com o rolo...
A não perder, sério!

22/11/10

Um filme e a mutilação genital feminina.



Ontem vi este filme. Um caso real que aborda uma realidade dolorosa e repugnante: a mutilação genital feminina. Ainda sinto o nó na garganta enquanto escrevo este post, porque sinceramente, é um assunto que nos passa ao lado e uma violência que atinge milhares de mulheres (crianças). Um horror... uma tradição baseada em qualquer ideia machista de um qualquer filho da puta, um dia, e que hoje em dia é levada a sério por mães que acreditam estar a fazer o melhor pelas suas filhas. Deu-me vontade de adoptar meia duzia de meninas e impedir tal acto, mas sei que nada disso ia mudar esta horrível faceta do mundo terceiro mundista e quase surreal para nós.
Infelizmente não são práticas recorrentes apenas em África. Sabe-se que as pessoas oriundas desses países que vivem na Europa e América mantêm a tradição.
Eu só posso dizer que sinto dor por essas crianças, mulheres... porque ninguém devia ter o direito... porque ser mulher é mais, muito mais...E eu só queria que essas mulheres um dia pudessem vir a sabê-lo...

19/11/10

Os desejos...

Sempre adorei chocolates. Aliás sempre adorei doçarias. Sou gulosa por natureza.
Tinha muito medo de quando engravidasse sentir desejo dessas coisas, porque iria ser complicado controlar... e depois, sobe balança...
Só que desde que engravidei não me dá vontade de comer nada disso...
Desde que engravidei já comi duas vezes presunto (algo que eu abominava) e dá-me muita vontade de comer rebentos de soja, sapateira, costelinhas... o que me leva a concluir que a criança vai sair ao pai...

Como se aprende a escrever português nos fóruns do "Secret Story" #1

Eu lá vou acompanhando o programa da TVI, porque sim, sou do povo e gosto de ver as discussões e mais não sei o quê. Mas como não tenho tv portuguesa e tenho tempo livre no trabalho vou lendo o fórum do site oficial da casa dos segredos, assim como por vezes leio a página do facebook.
Acho muita piada a tudo o que se escreve, mas isso dava pano para mangas... Porque apesar de ter as minhas preferências, prefiro não chamar e muito menos escrever que A ou B é uma grande puta e por aí fora. Não faz parte da minha postura como pessoa.
O que faz parte de mim é a revolta em ver erros flagrantes na escrita portuguesa... E por isso, esta rubrica... Descubram os erros... e não, nunca quis ser professora, e se o fosse seria de matemática.

"Nauu , ela nau pode sair ela vai fiqar JOANAAA JOOOANAAA"

"a ana para mim e uma ima.tura com lingua comprida!!!eu nao acho que a ana tenha tanto a certeza do que ela propria pensa, como tu dises!!!a ana para mim nao e tao segura de si como tu dises!!!para mim ela confunde ser uma mulher segura com ser uma mulher egocen.trica!!!mas ambos concordamos que as atitudes dela nao sao correctas!em relacaop a vera ela realmente confunde frontalidade com ma educacao[as vezes]!!mas para mim a vera e muito boa pessoa[sempre achei iso]"


E os erros de português nas próprias notícias do site? Os jornalistas não têm que saber escrever? Pois, quem está encarregue das notícias do site oficial dá cada erro que não lembra ao menino Jesus...

Erros todos podemos dar. é normal, é humano. Mas há limites... Coisas que não dão mesmo para aceitar...

17/11/10

Coisas ridículas.

E chamam a isto evolução. Quanto a mim estamos a voltar ao tempo de escravidão. Na Noruega os patrões estão a optar por uma medida no mínimo inconveniente. Uma mulher se estiver menstruada deve usar uma pulseira vermelha, de modo a poder ir mais vezes ao wc. Ora bem. O meu coração encolhe quando leio estes absurdos. Começo a sentir comichão na cabeça e apetece-me bater em alguém. é que nada disto faz sentido. Ah e tal é para controlar. Controlem o car*lho. Desde quando é que uma mulher tem que espalhar aos colegas de trabalho e arredores que está naquele período do mês em que as hormonas se passam, em que têm que tomar mais que um banho por dia, em que o humor está em baixo?
Não entendo. Eu vou imensas vezes ao wc (por causa do bebé) e ai de quem me diga que vou muitas vezes. Aliás, sempre fui muito mijona, my bad. E agora? Vou as vezes que tiver que ir. Não vou para lá dormir ou ler, vou só fazer um xixizinho, porque razão deveria ser controlada?

16/11/10

Há pais muito modernos...

e há limites, digo eu...
Como por exemplo, em redes sociais, crianças (meninas) terem fotos em poses no mínimo exageradas e estranhas. Mas o que é isto? Já para não falar que não têm o perfil privado e têm mais de mil amigos. Não é uma foto, são muitas! Meninas pequenas, maquilhadas, de argolas nas orelhas, a fazer pose para a foto, com legendas tipo: "não sou linda?".
E isto tudo com conhecimento dos pais. Sim, porque os pais são "amigos" na rede social. Mas o que é isto? Pedofilia não é um boato, minha gente! Como podem permitir, e muitas vezes encorajar este tipo de coisas? Deixem as vossas crianças crescerem com o tempo! são lindas sim, mas não precisam de as promover desta forma! Estão à espera que chova um contracto com uma agência de modelos, é? Não se entende... Falo de meninas de seis, sete, oito anos!

Ai que a dependência é uma coisa tramada...

Ontem já passava da meia-noite quando ele veio para o quarto zangado porque não havia luz. Hoje de manhã acordei e apercebi-me que a electricidade ainda não vivia lá em casa novamente... Com o telemóvel a dar luz lá fui fazer um xixi. Só aos poucos é que me fui apercebendo que não era só uma questão de luz... algo me diz que vai muita coisa para o lixo, porque o frigorífico e a arca estão desligados. Além disso ontem fui dormir com o cabelo cheio de caracóis e de manhã queria esticar a franja, mas já não pude, porque não podia ligar o ferro... depois fui para tirar um café e...nop... aquecer leite no microondas também estava fora de questão, assim como no fogão...porque adivinhem lá... sim, a placa é eléctrica...
Internet também não funciona, assim como o aquecimento central... and so on, and so on...
Portanto, o problema não é mesmo a falta de luz em si, porque uma velinha ajuda sempre, mas sim, a falta da electricidade em geral... porra...comodistas...

15/11/10

15 semanas...

Já passaram 15 semanas... não falta muito para estarmos a meio do percurso.
Já senti o meu descendente duas vezes. é incrível.
Os enjoos e vómitos continuam, mas com menor frequência.
A barriga continua naquele estado "não está grávida, está gorda" para quem nunca me viu antes, mas diz quem me conhece que se nota... Dou por mim a olhar ao espelho e depois ir ver à net fotos de barrigas com o mesmo tempo... volto de novo ao espelho, volto à net... e não, ainda não tenho mesmo quase barriga nenhuma... Mas pronto... Ele (ou ela) está lá...
Ontem estivemos os dois a ver vídeos de como o bebé se vai desenvolvendo e por fim vimos uns vídeos de partos... até um dentro de água vimos. Epa... eu queria epidural mas ao ver aquela agulha picar nas costas disse-lhe logo que achava que afinal não era preciso... Logo de seguida vi o parto... e aí. Bem, não vou comentar... (só não estou mais assustada porque ainda falta muito).
Mulher sofre...
E depois ao jantar, ele ainda tem a lata de dizer que daqui a vinte anos não vou ter o meu filho/filha comigo? Uma mulher sofre desde o início para quê? Para depois um filho nos fugir entre os dedos? Não! Não pode!

E eis que...

depois daquele incidente, hoje às 6 e pouco da manhã partiram o vidro do escritório e tentaram, em vão, entrar...
Por um lado fico contente. Andava muito assustada desde a última vez que aconteceu aquela situação e agora vão reforçar as fechaduras e colocar vídeo-porteiro.
Bem me parecia que era uma questão de tempo até voltarem... sim, porque acredito que esta situação esteja em tudo relacionada com o que aconteceu comigo da outra vez...

12/11/10

Ideias...

Há algum tempo atrás disse-lhe que queria aprender "cake design" para abrir aqui uma coisa pequenina. Os bolos aqui não são nada originais e o sabor também deixa muito a desejar...
Acho que aprendendo iria ter muito jeito e seria algo que até daria aqui, visto que nessas coisas os belgas não são lá muito prendados...
Ele ri-se... E eu já quase desisti da ideia.. Ou melhor, não falo disso, mas continuo a magicar... Só porque não gosto de cozinhar, não significa que não me possa sair bem com bolos e companhias... E ele ri-se... pois...

10/11/10

Começo a dar razão à minha avozinha...

Eu não conheci a A. Ela era uma ex-namorada do meu patrão que trabalhava no mesmo que nós. Um dia fui com ele a uma agência buscar uns documentos, e uma mulher, a B., assim que o viu, desatou num pranto, que quase me pôs a mim a chorar também.
Ele explicou-me depois. A A. estava há uns meses em coma... Fora numa viagem de negócios a Singapore. Ficou contaminada por uma bactéria que começou por lhe dar cabo do sistema respiratório e acabou por ficar "ligada às máquinas".
Há dois meses a notícia chegou... a A. não tinha aguentado... faleceu. E eu lembrava-me sempre da B., aquela mulher que se abraçou a chorar ao meu patrão...
A B. era irmã da A. Elas eram irmãs gémeas.
Esta semana a B. teve um derrame cerebral, entrou em coma e faleceu. Aquela mulher, que há uns três meses atrás vi chorar o internamento da sua irmã gémea, também já não está entre nós...
Afinal, a minha avó tinha mesmo razão...para morrer só basta mesmo estar vivo...

Ya, eu sei que é a mesma treta do costume...vivam a vida, sem rancores, perdoem as pessoas que amam, sejam felizes porque o amanhã... eu sei... mas foda-se... depois de se saber deste tipo de coisas... não dá vontade de dizer a cada pessoa que passa que VIVA?

Parem lá de picar a bonequinha...

Epa... quem quer que seja que páre de picar a bonequinha com as agulhas que isto não se aguenta.
Algum de vocês conhece uma senhora que acabe com maus-olhados ou coisas do género? é que sinceramente começa a ser demais. Arre! Sai-te! Fosfa-se! P*ta que pariu!


Pronto... já desabafei. Sinto-me muitoooo melhor...

09/11/10

Acho piada...

Acho piada, mas mesmo muita piada a pessoas que comentam fotos suas dos seus próprios perfis em redes sociais com frases do género:
"com este sorriso?? que estaria eu a fazer???..."
ou

"sorriso lindo"
ou
"simplesmente eu...o mais natural possível"
ou
"morena, oh morenita"
ou
"angel..."
ou
"sorriso lindo"

Tipo... legendar as próprias fotos com este tipo de frases é um bocado ridículo... mas até aceitável se estivermos a falar de adolescentes... agora... se estivermos a falar de pessoas com trinta anos... aí... bem, aí o caso muda de figura.

Oriflame

A minha tia já é representante da marca há imensos anos... Quando eu vivia em Portugal todos os meses ficava com qualquer coisita (nada demais porque era estudante) e como sobrinha também tinha sempre direito a uns cremezinhos...
Hoje apeteceu-me ir ver o site da Oriflame (sabe-se lá porque carga de água) e vi que o meu perfume e creme da Oriflame estão com uma promoção doida... O que fiz? Peguei no telefone e liguei para a tia... é que esta não podia deixar passar... e assim, até ao final do ano terei o perfume que muito me acompanhava no Inverno...


Ai... bem que a Oriflame me podia escolher para proclamar a palavra aqui na Bélgica, em troca de uns produtos eheh... aqui não há. Cambada de trengos estes belgas.

05/11/10

O meu filho/ filha ainda não nasceu mas já tem a mania que sabe muito e que manipula muito (tipo o pai, que a mãe é um doce!). Pois que tudo o que eu gosto vem para fora... tipo cereais de chocolate (Nesquik), torradas, leite com chocolate... Não sei bem o que é que esta criança espera que eu coma ao pequeno-almoço, mas realmente, se como alguma destas coisas, o estômago fica vazio...
Em contrapartida só me apetece comer fruta... laranjas e ameixas principalmente... é um fartote dessas coisas, que já me puseram a c*gar fininho ontem...
Ainda não nasceu, mas já manda... acabou aqui o meu reinado... agora começa do senhor Noah ou dona Leonor... Mãe sofre desde o primeiro instante.

Se a Bélgica realmente se dividir...

...será que a Flandres se vai passar a chamar Marrocos II ?

04/11/10


"Someone once told me that you have to choose what you win or lose,
you can't have everything"

27/10/10

O meu patrão realmente não existe...

... veio falar-me que se precisar de trazer o bebé posso trazer à vontade... tipo, monta-se uma cama lá em cima e voilá. E eu ria-me. Ele às vezes nem parece patrão...

26/10/10

2010 worst year ever!

Sondagem à lá Jo. Ponha o dedo no ar quem acha que 2010 já meteu nojo que chegue e quer é que 2011 chegue depressa a ver se as coisas mudam!

12 semanas ou 3 meses...

Conta doze semanas... ou 3 meses (não sei porque mas assim parece-me mais...). Se a barriguita saltou logo ao início, agora não tem evoluído... para a semana venha mais uma eco, que nós queremos ver a nossa cria a saltar. Sim bebé, é para estares acordado...
Quanto à gravidez... Os enjoos voltaram... o mau-estar... a fome constante. Quem diz que a gravidez é o melhor que há tem muita sorte. Para já não estou a adorar estar grávida. Estou a adorar sim a ideia do meu bebé estar a crescer dentro de mim... perdoem-me os mais sentimentalistas, mas eu sou muito prática... e o facto de nada me satisfazer, de sentir um buraco no estomago a toda a hora, de querer comer mas nada saber bem, são aspectos negativos.
O que compensa é pensar muito nele ou nela, imaginar como será... imaginar dentro dos fatinhos... imaginar o que será senti-lo/a nos meus braços... isso sim é a parte linda da gravidez... agora não ter roupa que fique bem, andar sempre cheia de fome, enjoada, e cansada... Please...

Agora quero é dia 3 de novembro, para mais uma vez o/a ver, para mais uma vez não conseguir descolar os olhos do monitor, para mais uma vez ter a certeza que continua ali a crescer para nós...

25/10/10

Hipátia de Alexandria

"Havia em Alexandria uma mulher chamada Hipátia, filha do filósofo Theon, que fez tantas realizações em literatura e ciência que ultrapassou todos os filósofos da época. Tendo progredido na escola de Platão e Plotino, ela explicava os princípios da filosofia a quem a ouvisse, e muitos vinham de longe receber os ensinamentos." - Sócrates, o Escolástico

Grandes Mulheres já vêm de trás...

21/10/10

Hoje trouxe guarda-costas. O meu cunhado veio comigo. E sinto-me muito mais segura apesar de achar que o gajo não volta cá porque já lhe vi a cara e ele deve imaginar que apresentei queixa. O que é certo é que a camada de nervos já me fez vomitar duas vezes hoje, uma delas, em plena auto-estrada. Sou oficialmente uma cagona. A culpa é da gravidez, que eu até era rija como cornos.

20/10/10

A Mia

Com a chuva que tem caído e as descidas de temperatura não consigo deixá-la no jardim. Pelo Mário ela ficava por lá, mas ele é mau e eu sou boazinha e não vou nessa. Ela está muito meiga, enorme e linda, mas depois dos presentes que me deixou logo pela manhã tenho que pensar no que hei-de fazer. Deixá-lá lá fora continua a não me agradar, mas ainda não sei bem como resolver isto...

Ai que riquinho...

O patrão liga-me da Turquia e diz:
- Vá não tenhas medo, já passou, não há motivos para teres medo...
Pois claro que não. Aliás, toda esta situação foi muitíssimo agradável... e a ideia que me possam seguir e mandar uma "cocada" por as coisas não terem corrido bem também... mesmo agradável.

Ai que dia...

Acordar e dar com chuva torrencial a bater na janela.
A Mia ter cagado o tapete da casa de banho e a cabine de douche.
Virar o leite ao tirá-lo do microondas.
Quase ser violada, assaltada ou assassinada no meu local de trabalho.
Assim de repente, e tendo em conta que ainda são dez da manhã, o dia promete...

19/10/10

Mas qual quê?

Sapatos? Casacos? Malas? Acessórios? Nada disso... a minha atenção e vontade compulsiva de comprar prendem-se só e apenas a roupinhas de bebé... ai... fosse eu maluca e desse asas aos meus desejos e o meu baby já tinha enxoval suficiente para três bebés...


By the way, A Emina Já anda. E ontem, quando eu lhe perguntava: "Onde está a Emina?" ela apontava para a sua foto e respondia: "aííii!!!!" ( é o "ali" dela). E tem isto dez mesinhos...

18/10/10

Começa cedo...

Hoje, dia 18/10, estavam 2 graus às oito da matina e os vidros do carro já estavam cobertos de gelo. Começou... agora vai ser isto até daqui a uns seis / sete meses... ai sorte...


(e não me venham falar dos 18 graus que se fazem sentir por aí... aposto que em Dezembro, apanho aí os piores dias do Inverno português, tal é a minha sorte...)
Os quatro dias passaram, e com eles voltaram a vontade de voltar a estar juntas. Ela chegou carregada de prendas e bolas de berlim. Corremos o que pudemos, com a promessa de que o que não ficou visto, será para o ano, quando o meu baby nascer e ela o vier conhecer... Adorei minha amiga!

14/10/10

Foi ontem que o/a vimos pela primeira vez.... Conta dez semanas e dois dias e estava a dormir, enroscadinho no seu casulo, dentro da mamã.
Eu não conseguia tirar os olhos do ecrã. Não me interessou minimamente a reacção que o Mário estaria a ter, o olhar que estaria a fazer, tal filme americano em que damos as mãos e de lágrimas nos olhos olhamos juntos para o monitor. Nada disso. Concentrei-me tão só e apenas em vê-lo. Queria ficar ali eternidades a olhar. Esperar que ele acordasse e se mexesse para os papás. Mas não, isso fica para a próxima.
Foi uma sensação maravilhosa e só me apetecia era fazer ecografias todos os dias.

13/10/10

Será?

Ele diz que a Mia está prenha... que só pode estar, porque está com uma grande barriga. Eu acho que ela está é gorda porque come muito! Só isso... é que gatinhos daqui a dois meses não calha bem... e ela é tão novinha... Além disso, pelo tamanhão do gato do vizinho, este é castrado... ai ai... eu sabia que a devíamos ter ilucidado quanto a uma gravidez indesejada... acho que já me estou a ver a chegar aí com meia dúzia de gatos peludinhos para oferecer...

Cansa-me...

Às vezes o meu trabalho cansa-me. Não fisicamente, mas garanto que às vezes chego a casa com vontade de gritar aos quatro ventos que estou farta. às vezes digo ao Mário que este emprego vai-me levar para um esgotamento. No fundo, queixo-me de quê? Da puta da crise. é que é a mesma que me faz estar horas de cu sentado sem fazer nada... e não há nada mais cansativo que isso, pelo menos para mim... um dia que não seja produtivo tira-me do sério... não é sempre assim, mas é muitas vezes... pelo que dou por mim a não evoluir... e se por um lado tenho um bom ordenado e regalias, por outro penso que se estivesse numa outra firma, talvez estivesse a crescer mais rapidamente... na verdade, a crise está por todo o lado e a baixa de trabalho também, pelo que me devia dar por feliz por me pagarem mesmo quando não tenho nadinha para fazer... Só que isso cansa... um dia por entre outro muito bem... mas vários dias? Dão cabo de mim...

12/10/10

E são estas coisas as boas da vida...

Quinta-feira chega uma amiga minha. Uma daquelas pessoas que o tempo e a distância física não afastaram de mim...
A última vez que nos vimos foi há dois anos. Eu estava de férias em Portugal. Ela foi-me buscar para um jantar no MacDonalds e uma noite de copos. Já não nos víamos há três anos? Mais coisa menos coisa...
Desta vez ela vem até a mim... são só três dias e pouco, mas vamos aproveitar para muitos abraços e muitas conversas... Vai ser tão bom! Saudades...

Ai paizinho...

Troca de mensagens:
- Amanhã a eco já é a 3D?
- Não, a 3D só daqui a mais uns meses e para isso temos que a marcar.
- Ah... e eles dão um cd com o video da eco de amanhã?
- ehehhe... Não... quando muito dão duas ou três fotos...
- ok, então eu levo a câmara para filmar...
- Não sei se a médica vai gostar...
- I don't care! O filho é meu!

E eu só me posso rir, porque o sô M. de câmara de filmar na mão a filmar a ecografia deve ser uma visão gira para a gine, sendo que ela já nos acha estranhos de irmos às meias dúzias ver as ecografias...

Vizinhos perseguem menina de sete anos, que está em fase terminal.



Se dá para entender? Não. O casal vizinho desta criança colocou montagens de fotos no facebook com a falecida mãe da menina a ser abraçada por um esqueleto, assim como fotos da criança, metade esqueleto. Até onde vão a insensibilidade, brutalidade e monstruosidade das pessoas? Perseguir e martizar uma criança que perdeu a mãe no ano que passou e que está prestes a perder a vida? Quem é que faz isto? Quem???

07/10/10

é incrível...

Mas até de noite me dá fome... porra... isto assim não é fácil... não, não...

06/10/10

Deslarga-me...

A Mary é aquela peça que me deu 37 anos (aiii!). Todas as quartas ela vem limpar o escritório. Eu acho-a muito cómica apesar de estar sempre a opinar em tudo, a abrir a janela que está a dois palmos das minhas costas, pegar na minha comida e guardar noutro sitio qualquer, enfim... a presença da Mary é toda ela uma lufada de humor e nervos... ela abusa e nós até deixamos. Só que hoje não estava virada para ela nem para as suas conversas. Eis que chega à minha secretária e vê uma garrafa de Freeze limão.
- It's not good! No no!
E eu? Nada...
- You shouldn't drink that! Het is ni goed! neen, neen... You shouldn't.
- Mas é bom, muitaaaaa bom! - respondi com aquele olhar de "epa... hoje não!"
Pronto... agora anda há mais de meia hora a sussurrar para ela: "é bom, é bom mas faz mal, corroi por dentro... ah.. é bom, é bom, mas faz mal...é bom..." Juro... não se cala...

Ai..ai... ai...

Esta semana recebi o postalinho verde. é sinal que o Peugeot tem que ir à inspecção pela primeira vez. Dão-me um mesinho para pôr o bicho 5 estrelas, mas a grande questão é: o que é que se tem que fazer ao carro para ele passar?
Então a modos que estou a ficar nervosa. Se nuns dias penso: "o carro é praticamente novo" noutros lembro-me de pormenores que talvez não passem.
Nesse postal fala para verificar a pressão dos pneus, coisa que em 3 anos nunca fiz... assim como mudar os pneus... as escovas (que estão uma desgraça por causa da neve...). Resumindo, começa o meu tormento anual... Porque é que tem que ser todos os anos? Estão a ver a dor de cabeça? Ainda por cima não quero ir eu com o carro ao centro de inspecção porque os senhores lá têm a mania de gozar com as mulheres, do género: "ligue os médios", e depois: "minha senhora eu disse para ligar o pisca da esquerda", estão a ver os engraçadinhos da merda?  E eu, como ranhosinha que sou, estou mesmo a ver deitar-lhes aquele olhar de qué-que-queres-caralho-pensas-que-estou-aqui-pa-t'aturar-vai-mas-é-po-raio-que-t'a-parta, e o bichinho pagar por semelhante e ser encostado às boxes...
Ai... inspecção do carro...parece que foi ontem que o comprei e pensei "só daqui a três anos!". Está aí à porta, e eu nem sei o que é que eles inspeccionam e o que é que tenho que ter em atenção... Socorro!

05/10/10

Pelo sim pelo não...

Meninas, pode-se comer marisco na gravidez? Que me dizem, vocês que percebem mais disto que eu?

Eu também não gostava nada de viver enclausurada...

04/10/10

Continuo a achar...

...que como cidadãos portugueses deviamos ter direito aos feriados nacionais, nem que vivessemos na China. Vocês têm muitos feriados, que querem? E eu também queria...

E o problema de deitar cedo é:

Acordar às três da manhã com muita vontade de dar uma mijinha, e com tanta mas tanta fome, que se pensa em tudo e mais alguma coisa. No fim bebe-se um copo de leito e vai-se duas vezes à casinha, estando depois quase uma hora de olhos abertos à espera que o sono venha... escusado será dizer que quando  o relógio despertou estava de novo tão ferrada no sono, que só me levantei dez minutos depois...

01/10/10

Lá está...

Tenho lido por aí pessoas que apesar da crise são obrigadas a gastar dinheiro em almoço, pois não dá para levar almoço de casa... Mesmo indo ao mais barato, devem gastar quê? 5 euros no mínimo?
Pois então, porque não fazem como eu e todas as pessoas que conheço (os belgas são poupados) e levam sandocas de casa? Ah querem um belo de um bife? E batatas? Ou arroz? Ah mas isso a gente só come à noite... é que se eu fosse almoçar todos os dias fora e o M. fizesse igual também realmente o dinheiro encolhia... Mas o mais incrível é que não sou só eu, ou ele... é todo um povo, que ao meio-dia saca da sandocas... é... incrível...

30/09/10

Nos jornais belgas...

...quando não mencionam Portugal pelo futebol, então é para dizer algo do género:
" Portugal quer poupar drasticamente " e a descrição de todas as medidas que foram dadas a conhecer ao povo português pelo primeiro-ministro.
é caso para dizer: chamem-me agora burra por sair daí. apontem-me o dedo por não estar aí a ver o país a afundar... Pois sim... digam lá que se eu fosse patriota tinha ficado aí, porque é errado abandonar o país para procurar uma vida melhor.... digam, podem dizer... estou-me cagando para isso... está mal em todo o lado, mas ai realmente está um bocado pior porra.

A crise dos ricos é: II

- Pediram-me para ir dar umas horas num restaurante. Sabes quanto pagavam? Dez euros!
Eu com cara de tacho a pensar "isso é bom...a minha irmã já ganhou a oito" quando ela continua:
- Dez euros? Eles são é malucos! Querem ter pessoas com apresentação e só pagam dez euros! Era o que havia de faltar...
E deixa-me com uma sensação de incredulidade... Dez euros à hora, sem descontos (porque são horas ao preto - como dizem aqui.) é mau? 4 horas por dia x 5 dias por semana x 4 semanas = a... foda-se... 800 euros extra... epa... para quem no trabalho não faz um cu e não tem horas nem dias fixos, apesar de ter ordenado... olha, não me parece mal...
Mas isso sou eu que penso, pelos vistos...

29/09/10

A crise dos ricos é:

- Joana, vou ali comprar um fato e já venho... Vou à Hugo Boss... neste momento não me posso dar ao luxo de ir à Armani, mas Hugo Boss não é mau, pois não?

E eu: - sei lá bem... sou pobre.
Só há um motivo pelo qual não amaldiçoo este clima e esta aragem gelada que se faz sentir... Só há um motivo porque não me deprimo cada vez que olho pela janela... e esse motivo é ele... Porque este tempinho de merda faz-me lembrar a altura em que nos conhecemos. As tardes e horas passadas no pub irlandes e em cafézinhos pequenos e apelativos. Cigarros e café. E conversa, muita conversa. E podiamos falar durante horas. E ele fazia-me sorrir. E mais conversa, mais cigarros, mais café, gargalhadas... Percorrer as ruas de Antuérpia, enquanto conversavamos, com as faces quase geladas...
E isso tornou-se um vicio. Maior que o do tabaco ou café. Tornou-se um vicio o encontro quase diário para contarmos as nossas peripécias diárias, por poucochinhas que fossem. Andar pela neve para nos encontrarmos, apanhar grandes chuvadas, gelar os pés, tudo compensava com um cafézinho quente e duas de letra. E depois chegou o natal, e pareceu-me ainda mais natal. E depois mais dois meses passaram, até que percebi que não havia volta a dar... Era ele o único que me fazia rir, sorrir e sonhar...
é por isto que não consigo deixar de gostar do frio....

28/09/10

Já passou muita merda por mim...

E quando digo isto refiro-me a pessoas, ou gente, ou seres que só respiram para fazer mal e prejudicar os outros... Pessoas que não sabem o significado da palavra "amizade" e a palavra "amor" é apenas a junção de quatro letras... não sabem o que é ser amado, o que é ser desejado sem qualquer outro interesse que o de crescer lado a lado e ser feliz.
Engraçado foi só me aperceber que esse tipo de escumalha existe depois de me ter mudado para a Bélgica. Pessoas que mentem e vivem a mentira, e acreditam. Quanto a mim são pessoas doentes, mas de quem não sinto pena, desculpem lá qualquer coisinha. Em Portugal não me lembro de ter cruzado com tanta gente má por metro quadrado... aqui, é o que não falta. Parecem escolhidos a dedo para deixar o país e plantar raízes num cantinho perto de mim... é por isso que quando penso no povo português, não posso pensar sequer nas pessoas que aqui vivem e a quem já bati com a porta, porque senão mudava de nacionalidade... a merda concentrou-se toda na Bélgica, quero acreditar... os tugas mentirosos, nojentos, falsos, vieram cá todos parar para me testar a paciência. Felizmente um dia acordei para a vida e desatei as cordas com que se tinham amarrado a mim, para intérprete e pau-mandado. Dessas pessoas só guardo um nojo imenso e a certeza que se um dia se cruzam no meu caminho novamente lhes piso a cabeça com salto fininho... ainda mais agora que vem o meu rebento a caminho. Longe de mim demónios!

Cinema Paradiso


Posso ver as vezes que forem precisas, que vou continuar a adorar este filme...

27/09/10

Tantos licenciados...

...por esse Portugal fora, e só vejo erros horríveis por esta internet fora! Só um exemplo: "atrumentar"? O quê?
Depois de um fim-de-semana a ocupar-me tempo livre e a chatear-me, e de uma manhã a f*der-me mesmo a tola, disse a um cliente para ele se pôr a milhas e arranjar outra pessoa que queira aturá-lo...
O cliente tem sempre razão mas é o carago.

He's got a point...


Depois de ter assistido a uma limpeza profunda, eis que me diz, quando estou a espalhar a base:
- Tanto trabalho a lavar a cara e agora vais sujá-la com isso...

24/09/10

200.000 Euros

Um brasileiro de 62 anos foi preso por dever 200.000 Euros em multas à polícia. Das duas uma, ou eles pensavam que iam encher o cofre da polícia de uma vez ou então andam a dormir.

Pois bem

Os resultados médicos chegaram e eu estou rija como ferro. Eis que nada, nenhuma doençazita, nenhum açucarzito a mais, nada de nadinha. E ainda bem, visto que tinha um receio enorme da maldita anemia que me mandou para uma cama de hospital duas vezes. Pois bem que nada disso. Estou saudável. Prontinha para acompanhar este meu pequenino (ou pequenina) ao longo dos próximos meses.
Tenho a dizer que aguardo com impaciência que este primeiro trimestre passe (tá quase carago!) porque já não se aguenta. Ele é enjoos todos os dias, todo o dia... Ele é noites sem dormir com dores de barriga. Ele é vómitos vindos de lá do fundo que me deixam de estômago vazio... Ele é fome, fome, fome... Ele é cabelo lavado de manhã e quase muito oleoso à noite (ainda não percebi porque...) Ainda dizem que as mulheres quando engravidam ficam mais bonitas? Pois sim! Eu estou horrível. Olheiras, pálida... Mas pronto... é por uma óptima causa e isto passa...
Bem, vou só ali comer mais um bocadinho sim?

23/09/10

Mar adentro

Começamos a ver ontem, e não o terminamos. Será para hoje. No entanto, estou a adorar... (se não consegui ver até ao fim é por andar tão "doentinha").
Este filme pôs-me mais uma vez a pensar no mesmo. Eutanásia... sim ou não? Se fosse alguém dos que amo seria não... o egoísmo puro. Se fosse eu, seria sim... O que é certo é que as opiniões se dividem... Deve uma pessoa para quem a vida já não faz sentido, que está há anos entrevado, poder pôr fim à sua vida? Ou, pelo contrário, deve continuar a lutar pela vida, seja esta de que maneira for?
Não é fácil...

21/09/10

Não sabe se há-de rir ou chorar...

Ontem o meu patrão ligou-me. Perguntou-me como me sinto, como estou dos enjoos, se já fui ao médico, e repetiu várias vezes que tenho que me cuidar bem...
Hoje veio dar-me três beijos e um abraço, enquanto dizia:
- ai ai ai... verdomme... - e ria...
Quanto a mim, não sabe se há-de rir, se há-de chorar... aos poucos vai-se convencendo que três meses sem mim não é nada... espero eu! 

Sugestões...

Começo já a pensar em mil e uma coisas que quero fazer em Portugal... Uma delas é comer bolas de berlim e "brasileiros" (os pasteis). Outra é ir ao Jumbo comprar o pão de ló de Ovar... ai...só de pensar, babo-me e juro que vou comer um inteirinho e sozinhinha! Ah pois é. (assim de repente, tudo o que quero fazer mete comida, mas pronto...)
Outra das muitas coisas que quero fazer é comprar livros. Porque depois, quando ficar em casa, vou finalmente ter tempo para ler. Assim sendo, sejam amiguinhos e vão dando sugestões de bons livros para eu fazer uma listinha sim? é que assim em Dezembro torna-se mais fugaz o meu assalto à Bertrand.

20/09/10

A ingratidão dos homens

Agora que lhe trago um descendente na barriga, que durmo mal e porcamente, que vomito a torto e a direito, é que ele se resolve a dizer o que pensa.

No outro dia, enquanto falavam da minha barriga, de como já se notava tanto, e coisos, eis que ele se sai com o seguinte:
- Ela nunca foi lisa, mas realmente era poucochinho o que tinha, era só um altinho, coisa pouca, nada comparado com isto... - WTF??? Passava a vida a gabar-me a barriguinha "lisa" e mai' não sei quantos...

Mas não é tudo... a sogra da minha irmã estava a dizer que eu ando muito pálida, que desde que engravidei ando com uma cara mesmo abatida, quando ele se sai com isto:
- Ela no verão é morena, mas no Inverno fica meia amarelada...

Coméqué? Segurem-me!

17/09/10

Aos olhos do Papa e da Igreja, dois homens adultos (ou duas mulheres) que assumem uma relação cometem um pecado mortal. Mas a pedófilia já é vista como uma doença que controla o livre-arbítrio das pessoas, não lhes permitindo manter a distância de crianças... O único castigo possível seria mantê-los afastados das mesmas, sem qualquer contacto. Mais não se pode fazer, porque um pedófilo não sabe o que faz.
E é por estas e outras que, para mim, isto é tudo uma palhaçada.

ai ai ai... que problema...

Realmente... os problemas de uns são a alegria de outros...
Reacção do meu patrão quando soube que estou grávida:
- Oh ! Verdomme! Para o ano não vou ter férias... estou lixado...

Até parece que uma pessoa quando vai parir fica um ano inteiro em casa...
Claro que me deu os parabéns... depois...

16/09/10

Sou assim... nada a fazer...

Ele estava a falar ao telemóvel sobre os bilhetes para os U2. Quando disse o preço eu olhei para ele. Assim que desligou, perguntei:
- 250 euros por um bilhete??
- Sim!!!! Mas vale a pena!!
- What the fuck...

E por estas e outras é que o meu boss, além de pobre, me acha mão de vaca... i just can't help it...

Bilhetes comprados para Dezembro ! 26 aí estamos nós !!!

15/09/10

Neste momento...

A minha barriguita já deu um saltinho... coisa pouca... tão pouca que quando se olha nunca se pensa "está grávida!"... não... pensa-se: "está gorda, tem ali uns pneus, blablabla"...
Mas eu sei, e como sei gosto de ver... esta empinação pequenina, que faz parecer que comi dois menus do Mac e não arrotei. Eu sei que isto é o início de tudo, e por isso, what the hell, estou tão feliz !
Acho que algumas pessoas sentem prazer quando magoam os outros . Não encontro uma explicação mais plausível para o que vejo acontecer à minha frente.
Ela saiu de casa. Deixou-o. Pediu o divórcio. Ela tem outra pessoa (mas ele não sabe). No entanto liga-lhe a dizer que o ama, e que sente a falta dele, quando aqui vem buscar roupas que ainda deixou, beija-o. Tipo, uma coisa rápida, mas não no rosto !
E ele ? Ele deixa. Ele deixa-se enganar porque ama e quem ama acaba por se tornar um bocadinho mais totó que suposto. Ele deixa, porque acredita que ela volte…
Ela… porque faz isto ? Não sei… quanto a mim, mantém seguro o porto, não parte de vez, porque nunca se sabe como corre do outro lado…
E estas coisas, a mim, metem-me nojo. Porque sei que nestas situações qualquer palavra, qualquer gesto nos dão esperança e percebo que ele tem um saco cheio… Metem-me nojo as pessoas que magoam as outras deliberadamente, porque são egoístas, porque querem divertir-se do outro lado, mas não querem perder o posto fixo.
E afinal, não são só os homens os filhos da PU…

é arrogante...

mas arrogante com humor! I start lovin' this guy !

14/09/10

Ontem bateu uma saudade... Bateu saudade daí. Das coisas aí. Das pessoas aí. Do clima, da comida, do falar português a toda a hora. Do andar na rua sem um rótulo de estrangeira.
Ontem bateu a saudade e apetecia-me seguir para França e só parar aí. Apeteceu-me voltar, apesar de saber que não o farei.
Ontem bateu saudade...
Às vezes bate saudade...

13/09/10

Bourne

Este fim-de-semana foi Bourne. Voltei a ver os três filmes e mais uma vez adorei.

Sabedorias ajudem-me!

Pintar o cabelo, sim ou não? Já li que não, que sim, que talvez... e é assim... aguento o primeiro trimestre com estas brancas todas, mas nove meses? Vai ser um martírio!
Eu já tinha lido por aí opiniões de bloggers em relação ao American's Next Top Model. Sendo que as pessoas seguiam o programa e falavam tanto do mesmo, eu pensava que andava a perder uma qualquer extraordinariedade americana...
Sábado quando ligo a televisão eis que está dar o programa... Uma loucura portanto. Elas berram, elas abanam os braços e as mãos como se não houvesse amanhã, elas choram, elas berram, elas são histéricas, são convencidas, e berram, são histéricas... e pergunto-me o que há de tão giro naquele programa... eu cá prefiro um outro que dá na National Geographic sobre sobreviver em situações possíveis, mas não de todo, correntes... Isso sim, mantém-me colada à tv. A mim e a ele. Já o histerismo das miúdas e da Tyra (que por sinal é muito gira, sim) faz-me rir e pensar: "What the hell?""

10/09/10

Ensino belga

Ontem o Gonçalo pediu-me ajuda nos trabalhos de casa... queixava-se que os livros aqui não servem para estudar, e que é dificil, muito... Eu, sempre na minha, pensei que ele estivesse a exagerar... que na verdade estivesse a fazer mais do que o que era... Só que quando ele me abriu o livro de biologia, eu percebi... Não tem matéria... não me perguntem como é que os alunos estudam, mas presumo que seja por apontamentos que tiram nas aulas, e investigando pela internet...
Até aí tudo bem... mas todo o vocabulário é novo para ele... Ele sabe qual é a função das folhas, do caule, da flor, mas como é óbvio sabe-o em português... e tem que aprender em holandês, mas isso não vem nada explicado no livro...
Eu sei que ele vai conseguir, porque ele é um menino muito inteligente. E sei que quando ele chegar ao fim do ano e nos disser que passou, vamos encher o peito de orgulho, mas sei que ele tem que se aplicar muito.
O ensino realmente é totalmente diferente daquele a que estavamos habituados...

São gostos...

Não gosto de colares... tenho alguns, mas só há um que de vez em quando lá uso, porque é discreto suficiente... aquelas pedras grandes, de todas as cores e mais algumas, não me caiem de todo no goto... Brincos é quase igual... quase sempre, quando uso, são dos pequeninos... Já pulseiras... gosto...e relógios... bem, relógios são a minha perdição... quais carteiras, quais sapatos, o meu dinheiro seria bem investido em mais um relógio...
Cada qual com os seus vícios né?

By the way, eu continuo muito enjoada... e ao segundo dia já estou farta deste enjoo da merda... p'lamor de deus, alguém me dê uma dica, um remédio caseiro, qualquer coisa que faça passar isto! ! !

09/09/10

A mulher é doente sim...

quem diz que não? Aquela. Sim, aquela que fingiu ter leucemia para casar e ter muitas prendas  e uma lua-de-mel em Aruba. Ela pode não ter leucemia, mas é doente. Não pode bater bem da cornadura. Não pode. Uma pessoa saudável não inventa uma doença, muito menos destas que destroem a vida a tanta gente, para casar, ou para ter prendas, ou para criar compaixão. Uma pessoa normal sabe que esta doença mata. Destrói famílias. Há dois anos levou-nos uma amiga de trinta e sete anos. Dois meses! Foram dois meses que ela viveu depois de descobrirem que ela tinha a doença. Deixou três filhos com idades compreendidas entre os 8 e 17. Deixou um sabor estranho, de quem partiu sem deixar dizer adeus. Do nada...
Uma pessoa normal e saudável não brinca assim com os sentimentos das pessoas... não brinca assim com assuntos sérios e macabros. Uma pessoa normal deseja que tal desgraça nunca lhe bata à porta e nem se atreve a imaginar, porque só de imaginar doi!
Este mundo está cheio de pessoas doentes... de espirito. Pessoas que vivem entre hollywood e o sofá... que acham que a vida é um filme de cinema ou uma série de Tv. Que se acham realizadores de uma qualquer película... Infelizmente, não é só esta mulher a doente... há muitos... oh se há...

Afinal é verdade...

08/09/10

Hoje chove como se não houvesse amanhã... o que não é de todo novo por estes lados, mas pronto, a esperança de um solzinho está sempre presente... Chega-se àquela altura em que casacos muito grossos são quentes demais, e blazers são muito fresquinhos. Tenho cá uma raiva ao Sint-Pieter que não vos passa pela cabeça.
Finalmente começa a entrar trabalho.
Continuo a pensar na hipótese do mestrado, mas ainda não tomei uma decisão. Há que pensar no máximo até inicio de Outubro.
O meu boss é viciado em kiwi's. E porque é que estou a dizer isto? Porque está a dizer-me que hoje já comeu quatro...e tanto quanto sei, é assim todos os dias... e pronto, a modos que não tenho nada de jeito a dizer.

Qual é essa do beicinho?

Eu até aceito que adolescentes só mostrem fotos suas de "beicinhos" e linguas de fora. é a morangada. A época de morangos com açúcar, twilight's e coisos. é a época do usar porque toda a gente usa, do comprar mesmo que não haja dinheiro (um viva aos visas!).  Mas agora expliquem-me por favor o que leva uma rapariga quase da minha idade ter o facebook cheio de fotos a fazer "beicinho"? Mas tipo... em 100, 95 fotos... I don't get it at all.

07/09/10

Ah pois é, bebé...

Eu andava louca com a nova colecção Outono-Inverno. Os vestidos, os casacos, já tinha pensado no que queria comprar... Escusado será dizer que agora vai estar tudo em stand-by durante nove meses... (ou mais, ja que toda a gente insiste em dizer que eu vou engordar muito, muito, muito....)

Paquistão...

As imagens que nos chegam do Paquistão corroem-me por dentro... é mais uma das muitas tragédias, mas não deixa de me tocar imenso... Toda a gente se pergunta o mesmo... se ajudarmos, será que chega lá? Não sei... mas se não ajudarmos é que não chega de certeza... O  facto das pessoas duvidarem se a ajuda lá chega ainda é aceitável porque também eu me questiono... Agora comentários do género: "Quero ver quem ajuda a Bélgica se um dia acontece o mesmo!" e "Se fosse aqui ninguém ajudava" só demonstram a pequenhez de certas pessoas... se um dia acontece na Bélgica, não faltará quem ajude. Não faltará quem abra os cordões à bolsa... e para isso nem precisa de ser o pobrezinho do povo... Portanto usar isso como desculpa para não ajudar parece-me mesmo um absurdo... uma desculpa muito mal rebuscada...

05/09/10

Foi assim...

Esta gravidez não foi inesperada. Aliás, foi bem desejada. Pensamos nisto em Agosto, ou melhor, decidimos em Agosto que iriamos começar a tentar para o descendente da inteligência da mãe e para o humor negro do pai. Não pensei que fosse assim tão rápido, mas foi... assim que a menstruação faltou lá fui eu comprar um teste, que deu positivo. Como estava com medo que eu simplesmente o tivesse feito mal, ou que simplesmente estivesse mal (eheh) fui comprar outro... e cheia de nervos, tumbas, voltei a fazer. Mais uma vez positivo... tive que guardar esta notícia durante meio dia para mim, porque tinha-lhe prometido que seria o primeiro a saber e não é coisa que se conte por telemovel... a forma como contei não foi de todo original, mas já não aguentava mais... fui buscá-lo ao trabalho e mais à frente parei na berma da estrada e "amandei-lhe" com os testes. Foi giro! Ficamos eufóricos (eu finalmente podia explodir). À noite contamos à família que saltou mesmo para cima de nós. Dos objectivos que tinha em miúda, este deve ser o único que se deve cumprir: ser mãe lá para os 26/27. Se tudo correr bem nasce duas ou três semaninhas antes dos 27. Não vou ser mãe muito cedo, nem muito tarde. Na altura certa, agora que tudo está tão bem encaminhado e o curso já cá canta. Só ainda não sei se hei-de começar já com o mestrado, mas vou ver se decido esta semana...
Estou feliz. Continuo a mesma, e ainda não me sinto grávida... apenas sei que há um ser, o mais lindo da minha vida, a crescer aqui dentro... E isso é uma sensação estranha, um misto de ansiedade, medo, confusão... se estou preparada? Não sei bem, porque nunca fui mãe, mas para isso servem os nove meses não é?
Nós gostavamos de ter uma menina, mas o que vier é bem vindo... Quanto aos nomes, adoramos Leonor... para rapaz ainda estamos indecisos... Talvez Anastácio Ambrósio, porque tem que ser um nome que soe bem na história, visto que o meu filho fará coisas extremamente boas neste mundo e será para todo o sempre recordado ! Ah pois é!
Neste momento continuo magra, não se vê barriga, não tenho enjoos, mas estou grávida e só por isso já me enchem de mimos... Agora é esperar, para ver como corre, que espero que seja muito bem. Esta semana hora de Sr. Doutor. Eu, que tenho um problema com médicos, vou visita-lo frequentemente a partir de agora...

03/09/10

Não...

Isto não se vai tornar um babyblog... mas que estou grávida, ESTOU ! :)
Estou cheia de frio, e não, não estou desagasalhada. Simplesmente é a PORCARIA de clima deste país.

02/09/10

E agora...

só leio por aí "Lanvin na H&M". E a única pergunta que me vinha à cabeça era: "quem é esse/a?" Eu sabia que devia ter visto "Sex and the City"... presumo que seja por lá que aprendem estas coisas todas não? Ou então sou mesmo eu que sou desavergonhadamente desinteressada... sorry!

A aprender...

A minha avó dizia-me, quando eu era pequenina, que nunca deviamos sair de casa de cueca suja, porque podíamos ter um acidente, e ir para o hospital e os senhores enfermeiros darem de caras com o nosso selinho. Então, cresci a saber que não se sai de casa a não ser de cueca limpinha, não vá o diabo tecê-las...
O que a minha avó me podia ter dito também era para andar sempre com o carro limpinho, porque a qualquer altura podia vir um cromo, destruir-nos o carro e este ter que ir para a garagem... isso teria evitado o constrangimento ontem, quando o homem da oficina se prontificou a ficar logo com o carro, e eu, cheia de vergonha a vê-lo tirar fotos ao carro, com mais lixo lá dentro que de esperar... claro que antes de o deixar, enchi um saco de t-shirts, sapatos, cachecois, livros, etc, e deitei fora montes de papeis de publicidade, de chocolates e latas de redbull... uma vergonha...

Quanto aos acidentes, ontem deram-me logo carro de substituição, quando supostamente só o podiam fazer a partir de dia 21... é o que faz ser cliente assídua... 3 acidentes com 9 meses de intervalo cada. O estatuto alcança-se meus amigos !

01/09/10

Lembram-se disto? Terceiro sonho com acidentes, terceira vez que o Peugeot vai para a garagem como uma salsicha... Eu não sou bruxa, mas que tem sido assim tem... acordei  uma hora depois de estar a dormir com a policia a bater-me à porta. Um choque em cadeia (sendo que os carros envolvidos estavam todos estacionados menos o que o provocou) cuja consequência foi fazer do bolinhas uma salsicha... amanhã mais do mesmo...Seguros, garagem, seguros, garagem...Ai... quero um carro novo.

31/08/10

Se

...me pagassem 10 cêntimos por cada vez que tenho que dar uma mijinha, fazia o meu ordenado numa semana...
A culpa é da minha mãe que me tirou as fraldas muito cedo.

Santa ignorância...

Então a Luciana e o Yannick vão ter um baby? Então muitos parabéns... e já agora mais tento na língua...

"Pois é meus amigos...

Chegou a minha vez de ser mamã:-) :-) :-) Eheheh
Estamos doidos de felicidade.
Estamos no primeiro trimestre e só agora decidimos contar-vos porque sabemos que os primeiros três meses de gravidez são muito delicados.
Primeiro casei e depois veio este presente lindo de Deus e da Nossa Senhora de Fátima, que nos abençoou ? ? ?
O Yannick está doido de felicidade, não larga a minha barriga.
Tenho tido muito enjoos, desejos e até mau feitio... LOL
Tenho sentido tudo e mais alguma coisa LOL LOL LOL
É a primeira vez que o Yannick vai às consultas e acompanha tudo ao pormenor, é uma loucura.
Estamos a viver tudo intensamente, como nunca tinha acontecido nas nossas vidas.
Já ouvimos o coraçãozinho do nosso bebé bater e choramos de alegria. É incrível:-) :-) :-)


Desde o primeiro dia de namoro que ele me pedia para casar e para lhe dar o filho, gerado de uma relação sólida e feito por amor e finalmente, pude dar-lhe esse “ presente “.


O Yannick vai dizer-vos umas palavrinhas:


“ Olá amigos, eu estou tão feliz mas tão feliz que não caibo em mim de tanta alegria e felicidade, pois vou realizar mais um sonho com a minha princesa. Vou ter finalmente o filho que tanto desejei com a mulher dos meus sonhos.
Fiquem tranquilos porque eu vou cuidar bem dos dois amores da minha vida.
Um grande abraço do vosso amigo,


Yannick Abreu Djaló “

Este texto foi tirado daqui. Acho triste a maneira como tentam frizar a insignificância aparente da outra criança do jogador. "Como nunca tinha acontecido nas nossas vidas"? Ele já foi pai... e por sinal bem feliz:
Yannick Djaló cortou o cordão umbilical ao filho Christian Martim, que nasceu no passado sábado na Maternidade Alfredo da Costa.


"Christian Martim nasceu no passado sábado, às 4.08h, na Maternidade Alfredo da Costa, em Lisboa, com 2,870 quilos e 48,5 centímetros, de parto natural. O bebé é o primeiro filho de Yannick Djaló e Ana Sofia e já está em casa com os papás. Habituado a desafios dentro do campo de futebol, o jodador do Sporting não fugiu da responsabilidade e assistiu ao parto. No final, até foi ele que cortou o cordão umbilical do menino. Quem ainda não viu a bebé foi o padrinho, Miguel Veloso, por se encontrar no Euro, mas certamente já recebeu o registo fotográfico por telemóvel e, quem sabe, hoje, caso joge, não marque um golo de homenagem a Christian."
Retirado daqui.

Não entendo, juro que não. Será que ele se esquece que é pai? Que o filho um dia vai ler isto? A Luciana por acaso sente-se inferior só porque não foi a mãe do primeiro filho do marido?
Eu compreendo a alegria e sim o amor presente é sempre o amor verdadeiro, mas há uma criança porra. Cresçam.


Nota: "caso joge, não marque um golo de homenagem a Christian" - joge agora escreve-se assim? Ou continua a escrever-se "jogue" como quando Português de Portugal era o único português aprendido nas escolas? (ou será mais uma falha na escrita profissional como se lê quase todos os dias nos jornais? - Jo em modo pensativo) 

Memories.

Esta amanhã, enquanto no pára-arranca, ouvia na rádio falarem do Esquadrão Classe A... epa, quem é que nasceu no início dos anos 80 e não se lembra do esquadrão? Enquanto eles falavam desse esquadrão maravilhoso, lembrei-me do "Maiquel Naitxi" (dobrado em brasileiro pois claro) com o "Kitxi", o carro que falava quase tanto como o burro do Shrek...
E lembrei-me que o que eu realmente adorava era andar a brincar ao domingo à tarde, até a mãe nos chamar para tomar banho, e depois do banhinho tomado, e pijaminha vestido era ver-nos às três em frente à televisão a comer um grande pedaço de rigueifa (quem é do norte sabe o que é) com manteiga e a beber leite com nesquik, enquanto víamos com entusiasmo o MacGuyver... sabem aquele gajo que com uma agulha fazia um avião e escapava? Pronto...esse...

epa Joana, mais um?


E quando quiserem ver um bom filme podem sempre escolher o "The Freedom Writers". Uma história real sobre uma mulher de vinte e quatro anos que foi além de si para ajudar quem precisava. Adolescentes problemáticos, que apontados pela sociedade como criminosos, conseguiram, juntamente com a professora, acreditar que eram mais que isso. Um filme mesmo tocante, que nos mostra como uma única pessoa pode fazer a diferença. Esta professora, que arranjou dois trabalhos em part-time (vendedora e porteira) para conseguir comprar livros novos para os alunos (porque o orçamento da escola não era para alunos burros), dedicou-se de alma e coração a uma causa que todos achavam perdida.
Porque felizmente ainda há quem acredite... há quem lute para ajudar o próximo... porque ainda há quem não se fique só pelo desejo de ajudar (como eu e quase todos nós), porque há quem realmente o faça, e porque a vida não são só vestidos, sapatos e viagens, um bem haja a Erin Gruwell.

30/08/10

Ontem foi o típico domingo. Tempo feio, frio e escuro, que traz a nostalgia. Almoço em casa dos sogros da mana, que juntou várias famílias: Mujakovic, Ferraz, Lopes, Moeyersons e Pereira. No final, todas estas formam uma muito grande, sendo que é tanta gente que parece sempre uma grande festa de aniversário... e ainda só há uma criança (sem falar no Gonçalo), portanto é esperar quando vierem mais...ai a confusão! :)

À noitinha, os dois enrolados em mantas, a comer pão com speculoos e a ver o "Polar Express" enquanto chovia torrencialmente lá fora... Foi óptimo, pois claro... porque a companhia é que determina sempre a qualidade do tempo dividido, e ele ontem não adormeceu! Ah pois é!

27/08/10

Epa...

Um casal de Bruxelas está casado há 75 anos ! é de louvar sim senhora... 75 anos... afinal ainda há amor eterno... Muito bonito de se ver, mas eu é que não queria estar 75 anos casada... Deu' m'a livre! Não, não, não... Só de imaginar o Mário com 99 anos dão-me calafrios. E ele com 99, teria eu 101... credo... não... nem pensar... além disso, 75 anos a dar-lhe na cabeça porque se esquece de meter o pão no frigorífico? Não, não, não... desculpem lá românticos, mas isso não era para mim!

I love You Philip Morris


"I love  you Philip Morris" é um filme inspirado numa história bem real, que conta com a participação de Jim Carrey e Ewan McGregor (e por pouquíssimos minutos - Rodrigo  Santoro).
Steven Russel é um condenado americano que conseguiu fugir inúmeras vezes da prisão, estando agora condenado a prisão perpétua, isolado de tudo e todos 23 horas por dia, tal é o perigo que aquele homem representa. Todas as situações representadas no filme são verdadeiras. Steven chegou mesmo a fingir o fim da sua vida com sida. Este homem, com um QI de 162, é simplesmente o mestre charlatão.
Fiquei mesmo surpreendida... E depois fui ler e fiquei  boquiaberta.... Sem dúvida que este homem é qualquer coisa. Chega a dar pena uma mente tão brilhante estar presa...
Vejam, vejam...

25/08/10

A Mary

Ela hoje está muito faladora. Tanto que ainda não acabou de limpar aqui o office, porque temos estado na letra. Depois de ter dito que pensava que eu era grega,  começou a falar de casamentos e disse:
- In Africa, where I come from, when you get married it's forever. When you bring the person for your family to meet and you say you will get married there's no turning back...

Ah também disse que me dava 37 anos... ?

24/08/10

Uma perguntinha...

Tenho estado a ler e aconselham desporto na gravidez, dança inclusive. Mas e Zumba? Não será muito mexido?

é isso tudo...

Ontem estava a fazer que via um programa que devia ser sobre a Miss Bélgica (juro que não sei, porque foi na altura da prateleira). A gaja (a Miss Bélgica), com os lábios brancos e os pêlos das sobrancelhas mais claros ainda, dizia com a maior das latas:
- Aceitei este desafio porque sei que toda a gente tem curiosidade em ver uma miss sem make-up.
E eu olhei para a televisão, o meu cunhado a dizer que para o ano ia concorrer também, e reparei. A fulana estava carregada de base ! Sem make-up? A mim não me enganas filha! carregadinha! Enfim. Apeteceu-me bater-lhe por ser aldrabona.

Lazy who?

Ontem, depois de dez meses já a viver lá em casa, colocamos a prateleira vermelha que era destinada à sala de estar, comprada aquando dos móveis.
Pode até parecer vergonhoso, mas nós achamos que foi um passo em frente. Agora convinha apanharmos o balanço e  pormos o candeeiro no jardim, mas algo me diz que isso irá aparecer feito. Aliás... agora apercebo-me que fui estúpida... A prioridade ERA O CANDEEIRO! Esqueci-me que na semana passada, ao pegar num saco de lixo para pôr na rua agarrei com força uma lesma, porque estava escuro e não via nada. A ranheta custou a sair da mão e a sensação quase tão má como ver um rato também se manteve. Ai que estúpida... era o candeeiro... o candeeiro é que deviamos ter posto ontem...

23/08/10

As pessoas... as pessoas...

Quando vinha para o work ouvi na rádio que foi ontem encontrado o corpo de uma miúda de 16 anos, num apartamento em Liège. A última vez que a jovem foi vista com vida foi no sábado à noite.
Segundo o testemunho da amiga, foram sair, e depois Alicia foi embora com um rapaz de 22 anos que havia conhecido nessa mesma noite, dizendo à amiga que ia dormir com ele.
Ontem foi encontrada morta.
E agora pergunto: "Mas afinal o que é que se passa?". Eu sei que aqui é o pão nosso de cada dia. Miúdas conhecem homens e cedem a uma "one-night stand". Mas porquê? Não entendo. Juro que não. Um desconhecido pode fazer tanta coisa, como por exemplo matar, estão a ver?
Juventude, tenham juízo... Se o que querem é sexo, tenham pelo menos cuidado com desconhecidos... vocês sabem lá...

20/08/10

Emina

Votem lá na nossa menina :D eu sei que está em holandês mas eu ajudo-vos a registarem-se, boa? Que me acham?
Aqui http://www.baby.be/nl/wedstrijd/fiche_photo.php?id=955&idf=68801 e aqui http://www.baby.be/nl/wedstrijd/fiche_photo.php?id=971&idf=6880 ! sim? sim?

é mau.

Estar entre dois números... o 36 não servir porque fica um bocado apertado demais ao gosto, o 38 ficar largo e parecer que estou metida numas calças de fato de treino... mulher sofre...

19/08/10

O nosso anjinho...

Reparem bem na carinha fofinha, fofinha, fofinha...

Mais um conselho cinematográfico

"Defiance"
Um filme forte e tocante, como de resto quase todos os filmes que relatam experiências passadas na segunda guerra mundial. Ainda mais tocante por ser baseado num caso real... Relata a história de Tuvia Bielski e os seus irmãos e de como conseguiram durante mais de três anos esconder-se na floresta, lutando contra soldados alemães, e acabando por salvar mais de 1200 judeus cujos descendentes contam mais de 10.000 pessoas. A história aqui.
A coragem de certas pessoas é de louvar...parece que algumas nasceram para ter um toque especial e determinado na vida de outras, na história e na memória.

18/08/10

Pausa Risqué

Directamente de Portugal, recebi uma encomenda da Helena! Dois vernizes da Risqué (marca que nunca havia experimentado e que a Helena achou que não podia ser!) lindos! Um é vermelho (o love?) e o outro é verde! Sendo que verde é a minha cor preferida e não arranjava por aqui um verniz verde que gostasse fiquei toda contente quando o vi, e fui logo pintar! Obrigado Helena! beijoooo enorme!

e é assim...

Tenho uma mosca a viver no meu carro. Entrou há uns dias e não sai por nada... E prontos...

17/08/10

Um fim-de-semana prolongado...

com chuva, muita chuva, e preguiça, imensa...
Exceptuando a festa que demos lá em casa, só tenho a apontar:
- "Ocean Eleven"
- "Lula, o Filho do Brasil"
- "Inception" (este sim merece ser visto no cinema e valeu o preço do bilhete)
- "O aviador"

Aconselho todinhos!

13/08/10

Olh'ó Zezé Camarinha...

..no feminino...

Diz ela (sim, porque hoje em dia toda a gente diz o que quer e é logo capa de jornal por isso) que já teve relações sexuais com 5.000 homens... Isto no espaço de tempo de 9 anos, pois diz (também) que perdeu a virgindade aos 16. Resumindo, valham-nos estas pessoas para nos fazerem rir logo pela manhã (é que a vontade de sair da cama era nula!).

12/08/10

Um dia deste quem se enforca sou eu!

Digo e repito que o facto das fábricas fecharem e eu continuar fechada neste escritório sem nada que fazer, a ouvir rádio o dia todo, e conhecer de cor e salteado cada música que passa, um dia vai acabar comigo. É que a preguiça que se gera é tanta, que até pegar numa caneta para apontar um número se torna chato, aborrecido, tremendamente à desamão.
Podia ir dar umas curvas até ao centro de Antuérpia, mas o telefona pode tocar... só que não toca. E quando toca, como já só quero é a hora de saída, resmungo um: "Verdomme!". Sim, eu sei que devia ficar contente, mas eu gosto mesmo é daqueles dias em que se trabalham afincadamente, que o telefone não pára, que existem contratempos, atrasos, negócios a entrar. Fico doente e preguiçosa com este sossego doentio.
Para ajudar à festa, o chefe não aparecia. Até às três da tarde não sabia dele e até disse à minha mãe que estava com medo que ele tivesse posto uma corda ao pescoço. "Vai lá ver!". Vai porque é claro. Seria um trauma para toda a vida e eu ainda tenho tanto para viver... Mas às 15h já não aguentava de preocupação (vai que ele com o desgosto tivesse mesmo feito asneiras) e resolvi ligar. Estava (e está) vivinho, apesar de mal, muito mal...
E pronto, abalou para o médico, porque anda com uns problemas de saúde, e eu cá fiquei, não sem antes fazer mais uma vez de dr. Phil (nome com que o M. carinhosamente me apelidou tal tem sido a semana).
E vocês, seus desgraçados, não me deram ajudas nenhumas. Só a Elite que me passou uns links que adorei, de pessoas que têm blogues e vidas interessantes. E que sabem escrever. Vá, pode ser que eu entretanto aprenda algo.
O que me anima hoje é o facto de saber que vou comer peixe logo à noite (porra... sou mesmo estranha!) e saber que ainda vamos festejar o aniversário do M. (e porque é que escrevo M em vez de Mário se vocês já lhe conhecem o nome?? Porque a preguiça é tanta que M. se escreve mais rápido. Ponto.)
Ainda falta muito para as cinco da tarde?

Então a modos que...

...devido ao fecho de muitas fábricas para férias, eu não tenho nadinha para fazer aqui no office... Já esgotei todas as possibilidades. Já não suporto joguinhos, já li os blogues todos do meu Reader, já cusquei facebook, já fiz trinta por uma linha, mas as horas não passam!
Agradeço-vos se me informarem de uns sites engraçados sobre moda, beleza, etc etc e tal. Sempre dá para entreter e eu não conheço nada...
Obrigadas meninas !

Love u!

Hoje Ele faz anos.
Ele.
Aquele que me faz sorrir.
Que me faz rir.
Que me acorda todas as manhãs com um beijo.
Que me abraça com força antes de dormir.
Que me diz que sou linda.
Que me põe a par das notícias.
Que sonha comigo.
Que planeja comigo.
Que me faz sentir única.
Ele, que me ama como eu sou.
Ele hoje faz anos.
Parabéns babe :)

11/08/10

O amor, o amor... #4

Ele acordou-me às cinco e tal da manhã a perguntar se o podia levar ao trabalho. Eu disse que sim.
Entretanto acordei e fui tomar um duche e preparar-me para o ir levar e vir directa po office. Ele está na cozinha a preparar o lanche... e guess what? Para mim não preparou nada e nem sequer me ligou a máquina do café.
Claro que quando entrou na casa de banho lhe rosnei logo um: "Podias pelo menos ter ligado a máquina, não?". E fiquei-lhe com raiva durante as primeiras horas do dia... depois passou claro.

Ainda dos desgostos...

É incrível como uma pessoa pode deixar outra de rastos. Deixá-la com perguntas para as quais nunca haverá resposta..."O que é que eu fiz?", "Para onde foi o amor?", "Se eu tivesse feito isto...ou aquilo... se calhar...".
Quando uma pessoa quebra o coração a outra não imagina o dano que provoca. Obviamente ninguém é "obrigado" a permanecer ao lado de outra só porque sim. Todos devemos procurar a felicidade. Mas a brutalidade com que se dá um pontapé nas costas do outro revolta-me. E também não consigo compreender como é que o amor acaba assim. Será que alguma vez existiu? Será que outros factores falaram mais alto na altura? Tipo dinheiro, conforto, estatuto... Será que isso se sobrepôs ao amor, e por isso, depois de um par de anos, a pessoa sente falta de uma chama a arder no peito? Se assim é, porque é que as pessoas hoje em dia deixam outros factores elevarem-se ao amor? Porque se envolvem, vivem juntos, casam, só porque sim? Será que não dá para perceber que mais tarde ou mais cedo dá para o torto?
Será que uma pessoa que parte o coração a outra, sabe o que o que fica sente dentro de si? A dor? A revolta? As lágrimas constantes? O coração pesado? A cabeça dormente de tanta pergunta? Será que uma pessoa que parte o coração a outra algum dia percebe que as respostas às perguntas são muito importantes? Que quando essas respostas não chegam, passa-se uma vida, mas as perguntas continuam lá?
Doi-me ver isto. Sei que a dor de ser trocado, de ser abandonado, de ser traído é insuportável. Sei que se fica marcado para todo o sempre. Sei que a outra pessoa esquece numa fracção de segundos o que viveu  com a que deixou. Esquece todo o "amor" e todas as certezas.
Não se deve ter pena de ninguém, mas eu tenho pena dele. Não o olho com pena, porque sei que isso também magoa, mas o sentimento está aqui.
Hoje ele chorou como uma criança. Eu ouvi-o. Depois, sabendo que ainda não tinha comido nada, fui ao Mac mais próximo. Foi a única forma de o lembrar que os amigos estão do lado dele. E que um dia, passe o tempo que passar, ele vai ficar bem. Que um dia vai olhar para trás como se de um passado distante se tratasse...


By the way , as meninas solteiras manifestem-se, que ele é bom rapaz e acho que ficava bem entregue a uma tuga!

Prioridades...

Incêndios em Portugal. Incêndios na Rússia.
Inundações na Alemanha, no Paquistão... Aluimentos de terras na China, na República Checa...
desgraças e mais desgraças e a primeira página dos jornais é sobre futebol...

10/08/10

I fucking love Facebook ! #2

Uma mulher descobriu através do facebook que o seu marido lhe era infiel. Pior ainda, encontrou um album cheiinho de fotografias do seu marido vestido de noivo, com outra noiva ao lado...
Digam lá se não é hilarious?

Ainda da Alemanha...

Adorei tudo, especialmente as horinhas no spa. Sauna, muita sauna, piscina, massagem...
Giro, giro, foi enquanto esperava deitada numa cadeira, porque estavam a massajar o meu homem (ai que isto soa tão mal), que tive que fingir que dormia umas vinte vezes já que os velhos lá andam de coiso ao penduro... Então sempre que via um rabiosque ao léu, tumbas! Fechava os olhos, porque não queria ver o que se seguia... Só eu...

Mas tu queres ver...

Que eu vou ter que fazer 200 quilómetros só para comprar os bilhetes para assistir ao jogo KRC Genk - FC Porto?
Adepto portista (e emigrante) sofre porra.

09/08/10

Toda a ajuda...

O que se diz quando a pessoa nos diz:
- Só me apetece beber e enfiar-me na cama.
- Enfiares-te na cama ok, mas beber "doesn't sound so good, ok?"

E pronto... vou sofrer com esta separação mesmo sem querer e sem ter nada que ver com isso... Joana das costas largas, devia ser o meu nome.

Desgostos...

Eu sei o que é sofrer um desgosto de amor... uma desilusão daquelas que deixam marcas para todo o sempre... sei o que é não entender o porquê, e não descansar a incógnita nem mesmo durante o sono... sei o que é sorrir com lágrimas nos olhos para evitar a pena de outros... sei o que é acordar de manhã com desejo que rápido chegue a noite e mais um dia tenha passado. Sei o que é chorar lágrimas secas, porque as outras, essas já se esgotaram. Sei isso tudo, e nunca mas nunca mais na vida quero senti-lo de novo.
E é por isso que ver este homem de 43 anos desta forma me dá uma tristeza enorme. Saber que nada posso fazer para aliviar a dor, porque esta, esta só passa com o tempo, e cabe a cada um de nós lidar com a mesma (sózinhos...). Não deviam existir corações partidos, sonhos  por concretizar, vidas ao abandono... não deviam existir pessoas que fazem isto a outros que lhes dedicam a vida. é tão triste...
Ele engole as lágrimas, fala com voz cortada. Ele não desfaz a barba há dias. Não tem olhos, tem covas... Ele é um homem e está a sofrer imenso... e eu que pensava que só nós mulheres sofriamos...

Um dia passa, vais ver que sim, e um dia vais encontrar alguém que te mereça. Mas sei que isto que todos te dizem não ajuda... Não ajuda mesmo... mas sabes que mais? é verdade... e eu sou a prova viva... e tu estiveste lá também e também me disseste o mesmo, e eu também não acreditei...E olha...olha para mim agora...

Voltei, voltei !

Alemanha foi lindo! O resto da semana serviu para passar muito tempo com os meus.
A Emina tem dois dentinhos !!! E vou ter outro sobrinho :) (sou a última, está tudo visto!).
Ontem foi dia de estar com aqueles amigos! Uma tarde passada em Turnhout (com uma passagem por Lommel nos kartings), terminando o dia com uma daquelas comidas maravilhosas da D. Cristina.
Hoje, dia de voltar ao trabalho, com olhos em Dezembro...

30/07/10

Coméqué?

1 em cada 10 holandeses quer homossexuais na cadeia. Presos. Querem também que todos os seus direitos lhes sejam removidos. Para ver se ganham juízo e se tornam hetero? Oh pá, por amor a todos os santinhos, metam-se na vossa vida e deixem-nos viver as deles...

Eu também não compreendo a homossexualidade, so what? é suposto compreender para aceitar os direitos dos outros? Não me parece. Cambada de preconceituosos... Trair o parceiro/parceira já não deve ser tão imoral, pois não? Ai, mundo hipócrita...

Finalmente ! O descanso!

Se me quiserem algo, sabem onde procurar:








Ok... é só um fim-de-semana, mas eu tinha que me armar um bocado, tendo em conta que é a única coisa mais próxima de "férias" este verão e eu sou muito mete-nojo! :)


PS - a Emina já tem um dentinho!!

Mais uma perda...

António Feio faleceu...

(e que grande perda...)

29/07/10

Yes!

Descobri o nome do meu curso em português! Assim já não vão olhar mais para mim com cara de tacho: Gestão do Transporte Marítimo e Gestão Portuária! E já sei que há quem fique a perceber o mesmo, mas não faz mal, porque fiquei felicissima por saber que existe aí !

I fucking love facebook !

Lembro-me perfeitamente do dia em que ela chegou à turma. Tímida. Com as bochechas encarnadas. Não olhava para ninguém. Era nova na escola e na turma. Eu já conhecia toda a gente muito bem, e com quinze anos já se sabe que os grupinhos já estão formados. Fizemos por alguns dias o mesmo caminho a pé, uma à frente outra mais atrás. Eu porque não « precisava » falar com ela, ela porque não tinha coragem de me falar.

Um dia falamos. Fomos o caminho todo a conversar, mas no dia seguinte ela não me falou na escola e eu pensei : « olha que besta ! ». Mas ela não era uma besta, e daí à amizade foi um passo. As duas melhores alunas e amigas, que volta e meia davam cabo da cabeça aos professores pois estes conheciam-lhes o valor enquanto alunas, mas não reconheciam as loucuras da idade…

O tempo foi passando e as experiências que vivi com a Ana foram muitas. Com ela eu podia falar de tudo. Ela podia falar de tudo comigo. Sexo, amor, dúvidas, escola, amigos, tudo era assunto sem haver qualquer tipo de intriga.

Foi com ela que apanhei a primeira bebedeira. Lembro-me que estavamos mesmo a um mês de fazer 18 anos, quando, numa casa de férias em Coimbra, eu a desafiei a beber uma CANECA de bagaço. Ela, tão louca ou mais que eu, aceitou o desafio, e meia-hora depois estavamos no café da vila a entornar chávenas de café. Nessa mesma altura passamos por situações engraçadíssimas.

Até ao dia em que terminamos o 12o ano. A entrada na faculdade. E seguimos caminhos opostos. De vez em quando ainda nos encontravamos, ainda enviavamos mensagens, mas sem nunca ter percebido porquê a Ana afastou-se e fez novos amigos na faculdade. E eu fiz na minha, amigos com quem até hoje mantenho contacto, mas sem nunca esquecer as nossas aventuras e desventuras.

Antes de me mudar para cá, há precisamente 5 anos atrás (faz para a semana) enviei-lhe uma mensagem a dizer que vinha. Que não ia acabar o curso. Que ia deixar tudo e começar algo diferente. Ela respondeu-me que vinha a minha casa. Quando a vi, a amizade mantinha-se intacta, pelo menos da minha parte. Despedimo-nos com todo o carinho de irmãs e ria-mos imaginando o que me esperava aqui.

Depois disso ainda falamos por e-mail. Quando se deu a mudança trágica na minha vida, ela como que adivinhando, enviou-me um mail e eu contei-lhe. « Tu mereces muito melhor ! » - frase cliché, mas que nunca se esquece.

Há mais de um ano que não sabia nada dela. Porque sou desmazelada. Porque posso lembrar-me muitas vezes de uma pessoa, de um amigo, pensar na pessoa todos os dias, mas sou preguiçosa para mandar mensagem ou dar notícias. Porque no fundo, não devo ser grande amiga, e tenho é sorte de ter muito poucos, mas bons amigos. Hoje encontrei-a no facebook… Continua igual. Se eu pareço uma miúda, ela uma miúda parece. É uma óptima profissional e é feliz, a julgar pelo que vi…

E bateu a saudade. Dela, da Sónia, da Ana (Azevedo), da Joaninha, da Carla, da Claudia…

A chave para a felicidade

- 2 filhos
- 2 vezes férias por ano
- trabalhar 21 horas por semana
- um salário anual de 120.000 euros
- um Aston Martin em frente à garagem
- um corpo perfeito

para os ingleses esta seria a combinação perfeita para ser feliz.
Eu não peço tanto... Abdico dos 120.000 euros anuais, apesar de achar que ganhar uns 3500 euros por mês me faria muitissimo bem (10000 também não me importava mas já seria sonhar mesmo muito...).
O Aston Martin dispenso. Para já o Peugeot serve, mas mais tarde podia trocá-lo por um daqueles que quase nem se conduz.
Corpo perfeito... Hummm... Acho que poucas pessoas se sentem 100% satisfeitas com o seu corpo, porque esquecem que corpos perfeitos são raros... eu só quero é envelhecer em beleza.
Trabalhar 21 horas semanais? Yes, please! Seria tão mas tão bom, não?

Spartacus

Estou a viciar...