04/03/10

Preservativos pequeninos...

São preservativos extra-small (chamados Hotshot).
Vão entrar no mercado suíço, para o uso de crianças (jovens, chamem o que quiserem) de doze anos...
Não vou adiantar muito o assunto... Apenas dizer que eu com doze anos ainda brincava às Barbie's e lia livros d'"Os Cinco". Se começam tão cedo, óbvio que pelo menos devem proteger-se... mas não será cedo demais? E será que não devia haver uma tentativa de reverter a tendencia actual? E tempo para brincar? Para crescer? Não vão ter uma vida toda para experimentar o sexo de todas as formas que lhes apeteçam? E uma punheta? Não era assim que os miúdos faziam antigamente? Há que partir logo para o sexo? E nós adultos? Há que incentivar? é que se existem preservativos próprios para miúdos de doze anos é porque são para ser usados, devem eles pensar...
Sabem que mais? Enfim. Nem consigo argumentar. Fico parva com o rumo que as coisas levam e a banalização gratuita.

6 comentários:

Mário disse...

Se realmente há miúdos que fazem com essa idade é bom que se previnam. Por outro lado, haver material à venda pode levar os jovens a pensar que o comportamento sexual em tão tenra idade é socialmente aceitável...
Ainda assim, penso que não é um preservativo que vá fazer com que dois miúdos pratiquem sexo mas sim a sua promiscuidade precoce e, nesse sentido, já que o fazem, que se protejam.

teia d'aranha disse...

WTF?! Eu acho que com essa idade, no máximo, deveriam utilizá-los nas brincadeiras do Ken com a boneca Barbie...

12 anos?! Com essa idade eu queria era desenhos animados!

MJ disse...

Medo,
os meus filhos fazer 10 anos este mês.
São crianças, infantis e gostam é de jogar à bola e playstation. E ver o Naruto e os dinosour Kings e outras coisas que tais.
Nem sequer estou a imagina-los a pensar nessas coisas ainda. E ainda bem.
Há tempo e um tempo para tudo.

Jo disse...

é isso mesmo que acho! Há tempo para tudo e sinceramente acho que é um incentivo... :/

Alexandre Kulcinskaia disse...

Só posso concordar contigo.

alvafaust disse...

E vão andar eles todos machões com a aquilo enfiado na coisinha. Tou mesmo a ver a cena, todos despidos, todos convencidos, peito para fora e barriga para dentro, lá com o preservativo enfiado armado em garanhão para a vizinha do lado e aquela meia dúzia de pentelhos ainda a nascer. Deixem as crianças serem crianças, por amor de Deus.