04/07/11

Fui aos saldos...

Desengane-se quem pensou que eu ia publicar uma catrefada de fotos com o que comprei, porque isso nunca aconteceu e ainda não é agora que vai acontecer. Se nunca tive uma veia fashionista, agora com a barriguinha pós-parto muito menos... claro que tive que comprar umas pecitas porque não é porque estou com uns pneuzinhos que não tenho direito, mas avante irmãos.
Como dizia, fui aos saldos. Sábado deixamos o "piqueno" e fomos até Antuérpia. Achei que na cidade grande faria melhores compras do que aqui no vilarejo... Lá fomos os dois, pombinhos enamorados. Almoçamos no "Giovanni", que é o meu restaurante italiano. Chamam-me de Julietta numa de me convencer a alapar por lá. Chamam a mim e a todas, mas isso também não interessa, porque uma gaja gosta é de se sentir importante. Almoçamos uma ganda pizza e para ajudar à festa espetei-lhe com dois copinhos de vinho branco, para mais tarde não estar tão deprimida...
Foi depois do almoço que demos à perna naquela Meir. E se demos... Entramos em tudo quanto era loja... entramos e saimos logo de seguida. Era tanta gente que mal se respirava. Quando entrei na Bershka tive a sensação que estava a entrar na discoteca Via Rápida no Porto. A música em alto som e uma carrada de gente que pareciam ratos a sair de todo o lado. Não conseguia andar, muito menos ver a roupa. Tive que sair, quase antes de entrar... Depois lá fui a Zara na esperança de encontrar um cenário melhor... realmente já se podia andar, mas apenas porque a loja é umas quatro vezes maior... experimentar roupa nem pensar e para pagar filas e filas... resumindo, comprei três pecitas na Zara, só para não dizer que tinha ido à festa e não tinha comido farturas...
Quem se safou nisto tudo foi o Noah... levou roupinha e ainda passamos na loja da Disney.
Resumindo, eu não sei comprar nos saldos (e quero sempre muito saber) mas também não dá... sai o mundo inteiro à rua para comprar... eu gostava de ter um dia de saldos só para mim. Enquanto esse dia não chegar vou continuar a ser a mesma, que não consegue renovar o guarda-roupa mesmo quando quer e anda a planear há meses...
E depois vejo pessoas que fazem verdadeiros achados nos saldos e só me apetece dizer: foooda-se... (com toda pronúncia nortenha que possam imaginar...)

3 comentários:

Helena disse...

"Quando entrei na Bershka tive a sensação que estava a entrar na discoteca Via Rápida no Porto"
LINDO!!

Olha, eu não sei como é aí, mas eu só no ano passado aprendi a comprar nos saldos. Eu faço assim. No PRIMEIRO dia de saldos, saio do trabalho a meio da manhã com um pretexto qualquer e dou um saltinho a uma loja ou outra. Encontro tudo arrumadinho, facilmente encontro o tamanho S e consigo ir experimentar roupa sem problemas. Depois do almoço aquilo já parece uma feira cheia de biiiiichas estéricas!
Este é o 2º ano que me correu bem, consegui na mango blusas a 5eur, tanktops a 2,5eur e calças a 8eur!!
:)

L' Amoureuse disse...

Eu pelo contrário decidi que este ano não vou de propósito aos saldos... de ano para ano está cada vez pior e a paciência já não abunda muito por estes lados... Se encontrar alguma coisa num dia qualquer e que me agrade compro, se não, paciência... bjs

d_domingues disse...

Fim de semana, Meir e Saldos, não combinam. Para encontrares alguma coisa tens de lá ir durante a semana e até ás 2 e meia da tarde. Depois começa a encher e torna-se impossivel experimentares o que quer que seja. Se fores a lojas das marcas mas não no centro da cidade encontras mais coisas e geralmente não tens tanta confusão.